Novas técnicas e abordagens, Perguntas e Respostas

Entrevista EXCLUSIVA: Marcos Osaki – Shiatsu Psicossomático

Professor de Shiatsu Psicossomático demonstra manobra

O Professor Marcos Osaki é mais um profissional de Shiatsu que percebeu a importância das emoções e da reflexão durante o processo terapeutico. Como nos conta em sua entrevista, sua técnica vai muito além dos estudos ordinários. As diferenças para com os métodos comuns é compartilhada por ele pessoa a pessoa, com todo o prazer de passar adiante o presente abençoado que recebeu um dia de seus vários mestres. Com vocês, Marcos Osaki, criador e professor do Shiatsu Psicossomático!

ShEm – Como você conheceu o Shiatsu, quando começou, que idade tinha quais foram suas motivações principais?

Osaki – Conheci o Shiatsu, em 1.999, em Tókio, Japão, na escola Toyo Seitai Jinsei Gakuin. Tudo começou com uma dor terrível na região lombar em plena segunda-feira, no interior de Tókio, chamada Omigawa. Nessa época eu trabalhava como dekassegui nessa cidadezinha. Telefonei para meu superior na fábrica de produtos eletrônicos e fui dispensado para cuidar da minha dor. Como existe um jornal para brasileiros no Japão, vi uma propaganda de massagem Shiatsu, para dores da coluna em geral; liguei para eles e marquei consulta no mesmo dia. Com muitas dores, fui quase me arrastando para Tókio, levando quase 3 horas de viagem de trem convencional para me encontrar com o meu “salvador da pátria”. Chegando na clínica ainda levou mais de 1 hora de massagem para que colocassem minha coluna no lugar, quando derrepente eu ouvi um “clack” saindo da minha cintura, e  senti um alívio imediato. Fiquei tão agradecido que percebi que era isso que eu procurava a muito tempo: fazer o bem para as pessoas através de uma massagem.

ShEm – Quem foram seus principais professores, e quando começou a te despertar um algo que levou a um Shiatsu próprio até o desenvolvimento do Shiatsu Psicossomático?

Osaki – Durante quase um ano, fiz esse curso de Shiatsu, nos finais de semana, foi muito caro e sacrificado, pois eu tinha que me manter e mandar dinheiro para o Brasil. Mas quanto mais eu me dedicava, mais o mestre me ensinava e dizia, “faça esse esforço valer a pena depois que concluir o curso”, e em novembro de 2.000 me formei. Fiquei muito grato ao Hiane sensei que me mostrou os primeiros passos dessa maravilhosa profissão.
Em janeiro de 2.001 conheci outro mestre em massagem,  Hirashi Kaneshiro, que me ensinou outras técnicas de massagem em sua escola no Tatuapé, aqui em São Paulo, vindo a complementar meus conhecimentos aos que tinha recebido no Japão. Foi muito gratificante em ter o Hirashi Kaneshiro como meu segundo mestre em Shiatsu. No mesmo ano eu também fazia outro curso de Shiatsu, mas esse Shiatsu era diferente de todos que eu havia pesquisado, pois se trava de ler o corpo e a mente do paciente para que a massagem surtisse mais efeito. Fiquei quase 10 anos aprendendo com um excelente mestre, que por motivos especias não posso citar o nome. Com conhecimentos e experiência de quase 10 anos, atendo hoje com minha própria técnica, que chamo Shiatsu Psicossomático, que é a união de várias terapias e massagens.

ShEm – Quais são os diferenciais do Shiatsu Psicossomático em relação aos demais estilos de Shiatsu?

Osaki – Minha técnica vêm do antigo Shiatsu Japonês, e de várias técnicas de terapias e massagens orientais e ocidentais, que tenho muito respeito, e não podendo criticar e muito menos menosprezar, posso falar somente da técnica que criei. O Shiatsu Psicossomático tem como objetivo fazer que o paciente aprenda com a própria dor ou sofrimento. É fazer o paciente pensar “o que o Universo quer que eu enxergue, reconheça, avalie; ele pensa a respeito e descobre qual o melhor caminho a seguir”. Através dos meridianos, “pontos de equilíbrio do corpo”, vamos comentar e desbloquear as tensões nervosas, para que haja uma boa circulação sanguínea, e para que a mente possa interagir com o corpo, eliminando sua dores quase instantaneamente. Minha massagem não faz dormir, faz o paciente equilibrar sua mente, seu corpo e sua energia.

Seja Shiatsu, Tuiná, Anmá, Do-in, Acupuntura, Quiropraxia, se não tratar do “eu interior”, se não esvaziar o que está sufocando, se não preencher o vazio, se não exteriorizar emoções contidas, as massagens serão somente superficiais, as dores serão apenas aliviadas e não compreendidas. “Por que estou passando por esta situação?” Tem que fazer o paciente pensar a fundo e ajudá-lo a eliminar suas dores e sofrimentos, para que desperte a “Luz da Consciência”, para dar-lhe um caminho a seguir e para que prossiga sua vida com paz de espírito, harmonizando corpo, mente e energia. Se o terapeuta ou o massagista souber equilibrar corpo, mente e energia, não importa que técnica de massagem ou terapia use. O importante é ter realizado um ótimo trabalho, em que ambos fiquem satisfeitos. Mas para mim eu chamo o que faço de Shiatsu Psicossomático.

Este slideshow necessita de JavaScript.

ShEm – O Shiatsu Psicossomático pode ser aplicado em qualquer tipo de situação, ou ele é mais específico?

Osaki – Eu não aplico o Shiatsu Psicossomático em gestantes, e não me atrevo a tocar fisicamente pessoas com câncer ou com doenças terminais. Mas dependendo de casos para casos, com a técnica que possuo, podemos fazer à “massagem mental”, muito poderosa por sinal, pois já usei em alguns pacientes e obtive respostas positivas. A massagem mental faz com que o paciente pense ou reflita, por exemplo, “por que o Universo, me mandou tal dor ou sofrimento?”;  “O que devo aprender com isso?”; “Se eu perdoar ou pedir perdão, à todos que magoei, menti, roubei, matei, e até agradecer aquela pessoa que também me fez mal, como devo pensar e agir a respeito daqui para frente?”; Resignar-se seria o remédio para aliviar qualquer dor ou sofrimento, pois ninguém quer carregar emoções negativas para o resto da vida. Buscar o equilibrio da mente, do corpo e da energia, é ter paz de espírito; e ter paz de espírito é estar em harmonia com Deus e o Universo.

ShEm – O que está faltando para as escolas qualificarem melhor os profissionais de Shiatsu?

Osaki – Boa pergunta! Em qualquer lugar do mundo, sempre existirão: escolas boas, médias, ruins, péssimas, ótimas e excelentes, ou ultrapassadas. Outra vez como exemplo: Reparo que os alunos que procuram o meu curso particular, leigos ou profissionais em massagens ou terapias orientais, querem uma técnica diferente, que não aprenderam ou que não possuem, mas que faça toda a diferença, causando uma excelente impressão aos seus pacientes. Acho que sempre haverá novas técnicas a aprender, e as escolas que não possuirem um diferêncial que seja interessante aos que buscam sempre as melhores técnicas serão ultrapassadas, e espero não ser uma delas.

ShEm – Como é um curso ensinado pelo Sensei Marcos Osaki?

Osaki – Bem o meu curso é particular e individual, em que a atenção é totalmente e exclusiva para somente um aluno onde procuro ensinar da maneira mais simples possível de como:

-Protejer-se energeticamente antes de atender cada paciente.
-Sentir a energia “KI”, do paciente e aprender acalmar o paciente, repassando técnica de respiração,”Qi-Gong”.
-Pressionar pontos energéticos, para aprender a soltar nervos e musculos rígidos e comentar ao mesmo tempo, algumas emoções contidas que estão prendendo tal, nervo ou musculatura, e também o que fazer em tal situação.
-Depois de aquecer e relaxar musculos e nervos, o aluno aprenderá passo á passo, manobras com segurança de alongamento e ajuste da coluna cervical, toraxica e lombar.
-Com a coluna totalmente ajustada, termina-se a massagem com o relaxamento e exteriorização do cansaço e de pensamentos negativos com a respiração “Qi-Gong”: renovar forças e equilibrar, corpo, mente e energia.
-E a agradecer à Deus, por ter realizado um bom trabalho.

Tudo isso em 15 horas, e com apostila e certificado inclusos. Isso é só o básico, o avançado ainda esta por vir.

ShEm – Há união entre os praticantes de Shiatsu?
Osaki –Particularmente, não sei pois quando o aluno sai de um curso, raramente encontra os colegas novamente. Cada um corre atrás dos seus paciente e não dos colegas. Acho que isso é normal. Mas tento unir meus alunos quando a agenda, permite, para a troca de massagens, isso é fundamental para a saúde respeitando o nosso corpo também!

ShEm – Como você vê o Shiatsu no Brasil nos dias de hoje?

Osaki – Com a atual situação política no Brasil, existem muita pessoas estressadas e cheias de dores, aumentando assim o mercado de terapeutas e massagistas em todo o Brasil. Infelizmente a qualidade de atendimento não é lá essas coisas, mas acredito que no futuro breve, em que muitos pacientes irão procurar bons profissionais que atendam ou superem as suas nescessidades, logo surgirão escolas de alta qualidade para atender a todos os pacientes que buscam qualidade e preço justo.

ShEm – Até onde você acha que o Shiatsu pode chegar, na sociedade?
Osaki – Dependerá da concientização e esforço de manter um bom nível de trabalho, dos profissionais de Shiatsu, que pode sim fazer com que essa técnica nipônica, em breve, venha obter mais interesse da sociedade brasileira, para que todos tenham benefícios, massagistas e pacientes.

Anúncios
Agenda: Cursos Eventos etc.

Curso básico de Shiatsu Emocional em SP – novembro e dezembro

O Shiatsu Emocional é uma modalidade de terapia com raiz no Shiatsu e muitas de suas variações, e na Psicoterapia Corporal. É ensinado através da comparação direta entre variados estilos de Shiatsu, como o Tantsu, Ohashiatsu e Zen Shiatsu, Koho, entre outros, e com contribuições da psicologia e das massagens psicossomáticas inspiradas por Reich.

Teremos nossa última turma de nível básico do Shiatsu Emocional para o ano em São Paulo. Temos condições especiais para os alunos nesta edição, tanto na forma de pagamento como em relação a dias e horários.

As aulas ocorrerão em domingos alternados, de 9 as 18H, e totalizam :

7 de novembro
21 de novembro
5 de dezembro
19 de dezembro.

Valor: R$900,00 em até 4x ou pagar com desconto R$750,00 em até 2x.

O valor inclui:

– Kit Aluno com manual do aluno, CD ilustrativo com centenas de informações, artigos etc, músicas e apostila;

– Certificado de Praticante de Shiatsu;

– Participação perene em nosso grupo de estudos via internet;

Além de possibilidade de participação voluntária no Centro de Estudos do Shiatsu Emocional, que realiza estudos e práticas de atendimento na própria Cítara Saúde.

A turma é reduzida, e portanto a garantia de vaga é por ordem de inscrições, mesmo fazendo parte da lista de espera. O local do curso é o espaço Cítara Saúde, www.citarasaude.com.br, na Vila Madalena, onde podemos aprender com todo o conforto.

As inscrições deverão ser efetuadas através da Cítara Saúde, no local, por telefone ou e-mail:

Clínica Cítara Saúde

R. Padre João Gonçalves, 129- Vl. Madalena- São Paulo/SP

Fone:  11 3814-0700

E-mail: citara@citarasaude.com.br

Site: www.citarasaude.com.br

Maiores informações sobre o Shiatsu Emocional e o curso
em: www.shiatsuemocional.com.br e shiatsuemocional.wordpress.com

Professor:
Arnaldo V. Carvalho – Praticante de shiatsu há 16 anos. Terapeuta corporal e naturopata.
www.arnaldovcarvalho.com
arnaldovcarvalho.wordpress.com

Programa do Curso Básico (Praticante de Shiatsu):
Origem e evolução do Shiatsu; Comprovações Científicas;
O equilíbrio através do toque; O toque Shiatsu;
O estilo Shiatsu Emocional; Os preceitos do Shiatsu emocional; Introdução à Medicina Tradicional Chinesa – Histórico, o Tao, os 12 Meridianos e suas funções emocionais; Tratamento dos principais desequilíbrios emocionais através do Shiatsu; exercícios e práticas diversas.

A cada ano, o sistema amadurece, cresce, e se torna ainda melhor. A idéia de nossa escola não é ser um sistema fechado.
Notícias

Espaço Terapêutico Renatha Shen cita técnicas diferenciadas de Shiatsu

Em texto sobre Shiatsu (clique aqui para ler na íntegra), Renatha Shen aponta em seu blog para diferentes modalidades de Shiatsu, e cita o Shiatsu Emocional como um deles. Aos poucos, mesmo os profissionais que ainda não fazem parte da Família Shiatsu Emocional vão reconhecendo sua importância no panorama geral do Shiatsu.

Renatha tem como uma de suas propostas de trabalho a Massagem Integrativa, que pelo que se pode entender, utiliza manobras de massagem clássica sob á ótica das teorias de Wilhelm Reich, o que torna a mesma aparentada ao Shiatsu Emocional.

Quem quiser conhecer, vale acessar o blog do Espaço Terapêutico Renatha Shen, em http://etrs-terapias.blogspot.com/

*   *   *