Notícias

Shiem leva curso de Shiatsu para Cabo Frio, RJ

shiem_cabofrio.jpg

Em novembro, a Comunidade Shiem, com sua Escola de Shiatsu, estará oferecendo seu curso intensivo de Shiatsu e Shiatsu Emocional, ministrado em dois finais de semana.

O professor Hirã Salsa, responsável pelo Núcleo Niterói da Shiem e coordenador do Shiatsu Social do Grupo Pela Vidda (em parceria com a Shiem), estará a frente desse curso, que já iniciou praticantes da terapia japonesa em todo o país e exterior.

Evento do curso no Facebook

Inscrições do curso no site Eventbrite

Mais sobre o curso

Um dos melhores cursos de Shiatsu do Brasil. Somos completos em conteúdo, valorizamos o sistema vivencial de aprendizado, focando na experimentação prática da teoria. Oferecemos o diferencial de abordar os aspectos emocionais com profundidade.

A porta de entrada para um sistema de ensino que apoia a prática do Shiatsu de forma permanente e autêntica!

O Curso Intensivo de Shiatsu e Shiatsu Emocional é o acesso para a compreensão e aplicação do Shiatsu e o Shiatsu Emocional de modo eficiente e seguro. Aborda os aspectos emocionais da terapia com a profundidade apropriada e através dele mostra ao aluno a visão oriental acerca da saúde humana.O intuito é apresentar aos interessados que trabalham (ou não) com terapias corporais, psíquicas e comportamentais (massoterapias, psicoterapia, psicologia, etc.) as leituras arquetípicas das relações entre corpo, meridianos e emoções.

Pré-requisitos e Público Alvo

Não existe nenhum pré-requisito.É recomendado a todos os profissionais que atuam com MTC, Shiatsu, psicólogos, bem como os demais profissionais de saúde que desejam enxergar além do horizonte físico atuar no campo emocional; aos psicólogos que desejam fazer uso de uma abordagem corporal, e aos terapeutas corporais que desejam passar a ter o corpo não como fim, mas como meio para equilibrar o ser. A quem busca ampliar seus conhecimentos e, consequentemente, sua qualidade de vida.Aqueles que desejem apenas o uso familiar do Shiatsu sentirão segurança na aplicação do dia a dia. Os que pretendem adotar o Shiatsu como método profissional, tenha qualificação prévia ou não têm possibilidade de seguir pelo programa completo de formação, que consiste de módulos avançados, participação em grupo de estudos, treinamento individual e de grupo, entre outras ações.

No programa:

Prática do Shiatsu: Toque, ergonomia, formas de pressão, sentir e seguir o corpoRespiração e atenção plenaKi (Energia vital; Yin-yang; Circulação de energia pelo corpo)Padrões dolorosos e energiaOrigem, evolução e modalidades do Shiatsu;As matrizes técnicas do Shiatsu;Introdução à Medicina Oriental – Raízes, o Tao, as influências culturais;Os 12 Meridianos principais e suas funções emocionais;O estilo Shiatsu Emocional;Introdução à percepção do Hara;Corpo sensorial e Shiatsu: otimizando teoria e prática;Tratamento dos principais desequilíbrios emocionais através do shiatsu;Exercícios práticos e Prática Básica, com orientação ergonômica e postural.Como ultrapassar o protocolo básico através da compreensão, percepção e das Zonas de Entrada

Carga horária: 32H

O curso oferece:

  • Apostila eletrônica completa com anexos em prática de atendimentos específicos, aromaterapia e extensa bibliografia,
  • HD VIRTUAL riquíssimo em informações complementares, como livros virtuais, artigos, imagens, músicas., etc.
  • Ingresso na comunidade Shiem com acesso a grupos virtual e presencial de estudo continuado (grátis por um ano)
  • Candidatar-se a admissão no curso de Shiatsu e Shiatsu Emocional Avançado,
    Certificado de participação e lanches.
Notícias

Stand Shiatsu Emocional na High Stakes Experience

2500 pessoas buscando uma experiência transformadora e lá estará o Shiatsu.

Nosso Stand no evento High Stakes Experience está pronto, para receber a todos, amanhã 14 de julho de 2017, a partir das 8H da manhã.

Sejam todos bem vindos!

Artigos e afins

O Shiatsu e a cultura espiritual japonesa – Parte 7

Já tratamos aqui em nossa série da força da ancestralidade, do lugar que temos em uma linha humana de infinitos desdobramentos, da importância da conexão com o passado e como isso afeta inclusive nosso futuro. Mas há um aspecto na descontinuidade que apenas diz respeito à nossa própria condição de ser vivo. Assim, se respeitar solenemente a morte é algo cultuado na tradição japonesa, reverenciar a vida, e a intensidade do aqui-agora, é igualmente fundamental.

https://i0.wp.com/www.infoescola.com/wp-content/uploads/2008/03/relampago2-450x300.jpg

O Shiatsu e a cultura espiritual japonesa – Parte 7

Por Arnaldo V. Carvalho*

 

A vida é um relâmpago”

 

Há mais de três séculos, no Japão, surgiu o gênero literário conhecido como Haicai – poemas muito curtos e com imenso peso existencial. Matsuo Bashô (1644-1694), reconhecido como o primeiro haicaísta, proclamou em um de seus poemas: “a vida é um relâmpago”.

 

Para além da condição efêmera da existência, Basho propõe luz, intensidade, força no ato de viver. Determina que sejamos, profusamente; avalia que, ainda na maior das pequenezes, por mais insignificante que seja nossa vida perante o Universo, ainda assim nosso momento, nosso brilho, nos pertence.

 

Assim é o Shiatsu. Uma sessão de prática dura entre uma e duas horas apenas. A força do encontro, porém, pode perdurar por uma existência.

 

Ter no coração a natureza perene, dar-se conta da eterna dança de morte e vida, e interagir suavemente com seus movimentos é traduzido pela interação dinâmica que o Shiatsu propõe ao longo de sua prática. O praticante dança a vida-morte ao pressionar ritmicamente, posicionando e des-posicionando seus dedos, e seu corpo, ora no sentido de ir na direção do outro, ora no seu momento de recolhimento. É assim que ele propõe mudanças internas ao Outro, que nada mais é que a morte do velho, o surgimento do novo. Quando isso ocorre, ele mesmo está se modificando. O Relâmpago-dedo é atraído para o mar do recolhimento-corpo e ali a vida se faz por um instante. Quem olha com olhos puros já não pode dissociar mar e relâmpago.

 

Palavras finais – Há um fazer essencial a ser resgatado

 

Dediquei meu tempo a escrever paralelos sobre o fazer Shiatsu e uma série de costumes atrelados à elevação humana no Japão, por acreditar que os mais novos na terapia podem abraçar uma outra forma de compreender e praticar a terapia, e nadar contra a corrente:

 

Em tempos de mecanização da sociedade – que atinge o âmbito terapêutico -, buscar nas tradições espirituais do Oriente a conexão para a prática em dimensões mais elevadas do Shiatsu pode parecer estranho a quem talvez tenha feito apenas um curso técnico ou a quem tenha “recebido um shiatsu relaxante”, somente.

 

Tal resgate é critério de excelência e distinção entre os praticantes.

 

Impregnar o ato terapêutico do Shiatsu com a essência da cultura espiritual que o abrigou e participou de sua origem é recuperar sua grandeza. Sua busca faz parte do dia a dia do praticante desta terapia.

 

木の実 木へ。。。

Kinomi ki e…

Tradução:O fruto da árvore, volta pra árvore…

Significado: Dá a ideia de que tudo volta pro seu lugar de origem

(Provérbio japonês)

 

***

 

* Arnaldo V. Carvalho pratica Shiatsu desde 1993 e o ensina desde 1999. Dedica-se há mais de uma décadas a compreender as origens desta prática para além dos livros. É membro fundador da Associação Brasileira de Shiatsu – ABRASHI, autor do livro Shiatsu Emocional e de dezenas de artigos sobre o tema.

 

Leia o ensaio completo:

 

Leia também:

https://japaocaminhosessenciais.wordpress.com/2014/11/06/a-espiritualidade-japonesa-e-seus-tesouros/

Sem categoria

O Shiatsu e a cultura espiritual japonesa – Parte 6

https://i1.wp.com/ventureburn.sndytsvoxozgokstuvcm.netdna-cdn.com/wp-content/uploads/2015/08/Trust-tiger.jpg

O Shiatsu e a cultura espiritual japonesa – Parte 6

Por Arnaldo V. Carvalho*

A Entrega

– É verdade que um dia o sol esfriará, e tudo o que vive na terra desaparecerá? – pergunta o discípulo ao mestre.

.- É verdade -, responde o mestre. Pensativo, após algum tempo, o discípulo indaga:

– Isso significa que só devemos viver as circunstâncias?

– Sim, só devemos viver as circunstâncias.

(Koan Zen Budista)

No Taoísmo, diz-se que não é preciso fazer nada. Ao mesmo tempo, a ação correta leva a harmonia. O aparente paradoxo desconcerta a mente despreparada: afinal, faz-se ou não faz-se? Este problema é bem incorporado pelo budismo zen, e costuma tomar cena em koans(1) antigos no Japão.

Ainda assim, os debates seculares entre grande mestres em seus tempos demonstra que nem mesmo os iluminados conseguem traduzir em lições genéricas (que cabem para todos) o ponto entre uma coisa e outra, ou o ponto onde ambos são uma coisa só. Para uma sociedade marcada por rigidez e controle, como a japonesa, incorporar o valor taoísta de viver as circunstâncias pode ser um desafio inspirador.

E a nossa? E nossas vidas, nossos corpos? O quanto de controle e rigidez há em nossa cultura, em nossas pessoas? A humanidade aflige-se com a entrega. Aflige-se com a dúvida. Mas querer certezas ilusórias não aplaca as verdadeiras aflições. Para vencer o controle, é preciso desestabilizar a mente e seus confortos com perguntas enigmas, problemas. (Os movimentos do Shiatsu são assim, uma sucessão indefinida de instabilidades, na direção de uma harmonia maior). Assim, nos perguntamos:

Como pode haver Shiatsu na perturbação da mente que não vive as circunstâncias? E como pode havê-lo sem ação?

Viver as circunstâncias envolve entrega. Será a entrega a própria essência da não-ação? E como entregar-se sem confiar?

A confiança gera a entrega, e a entrega gera o não-pensar, e o não pensar gera a entrega, e a confiança canaliza o Ki formado no movimento. Tudo flui para além da mente que representa. A representação é uma ilusão. O processo pode ser, por sua vez, retraduzido como a presença plena no aqui-agora. E no aqui-agora, recupera-se, no Shiatsu, a intuição, a sabedoria interior e o acessa a sabedoria cósmica. Absolve-se assim, o campo do pensar e do verbo, agora engrandecido pela integração com a Essência.

Os não-praticantes de Shiatsu pensam que a pessoa que está deitada a receber as pressões das mãos do outro precisa estar entregue. É verdade. Mas se a entrega daquele que se movimenta ao redor deste não se faz presente, o Shiatsu é impossível. Um entrega-se ao outro, e os movimentos surgem da entrega mútua. Como em uma dança, os praticantes entregam-se, no Um do ato terapêutico, ao próprio Shiatsu.

Não é fácil. Confiar no outro. Deixar-se conduzir pela sabedoria natural que há em si e na relação saudável. O Shiatsu é um exercício de permissão e confiança.

Quando ele finalmente acontece, retornamos ao O-furô(2) primal. A confiança é um útero úmido, morno e levemente salgado, que nos envolve e nos acalanta.

***

  1. Koan 公案 (kōan) é um pequeno conto zen budismo, criado pelos mestres como uma espécie de enigma reflexivo. Na resolução de um koan, pode-se ascender em espírito, e alcançar a “Suprema Compreensão” (outra forma de nominarmos o Satori).

  2. O prefixo “O” na palavra ofuro foi intencionalmente destacado. Em japonês, uma palavra ordinária acrescida de “O” recebe uma atribuição extraordinária. Assim, “furô” (banho, banheira) deixa de ser um local para lavar o corpo, simplesmente e passa a “ofurô”, adquirindo um significado de limpeza interna, da alma, momento de renovação do espírito.

* Arnaldo V. Carvalho pratica Shiatsu desde 1993 e o ensina desde 1999. Dedica-se há mais de uma décadas a compreender as origens desta prática para além dos livros. É membro fundador da Associação Brasileira de Shiatsu – ABRASHI, autor do livro Shiatsu Emocional e de dezenas de artigos sobre o tema.

Leia o ensaio completo:

  • Parte 1: Introdução: Cultura espiritual japonesa e Shiatsu
  • Parte 2: Limpeza Energética
  • Parte 3: Corpo, jardim japonês
  • Parte 4: Toque-Meditação
  • Parte 5: Entre mestres, dinossauros e o vovô
  • Parte 6: Deixar-se conduzir
  • Parte 7: A vida é um relâmpago
  • Parte 8: Conclusão: Há um fazer essencial a ser resgatado

 

Leia também:

https://japaocaminhosessenciais.wordpress.com/2014/11/06/a-espiritualidade-japonesa-e-seus-tesouros/

Agenda: Cursos Eventos etc.

Curso Formativo de Shiatsu/Shiatsu Emocional traz um aprendizado de qualidade para leigos e profissionais (Edição Maio, em Niterói, RJ)

formativoshiem_hiranit

Curso: Shiatsu – Formativo

Um dos melhores cursos de Shiatsu do Brasil, agora com nova edição em Niterói.

6, 7, 20 e 21 de maio de 2017

Niterói, RJ

Completo em conteúdo, e com a vantagem de abordar os aspectos emocionais da terapia com muito mais profundidade. A porta de entrada para um sistema de ensino que apoia a prática do Shiatsu de forma permanente!

O curso relaciona os preceitos de saúde da Medicina Tradicional Chinesa utilizados pelo Shiatsu às teorias da psicologia moderna, e introduz o aluno ao pensamento oriental como ferramenta para o estudo do ser humano, sua psique e seu equilíbrio interior.

O curso oferece:

  • Apostila completa com anexos em prática de atendimento específico, aromaterapia e extensa bibliografia;
  • Duas reciclagens em outras edições do curso em até um ano;
  • Ingresso na Comunidade Shiem com acesso a grupos virtual e presencial de intercâmbio e estudo continuado;
  • Candidatar-se à admissão no curso de Shiatsu/Shiatsu Emocional Avançado;
  • Certificado de participação, manual do aluno, camiseta do curso e lanches.
  • INSCRIÇÕES: https://goo.gl/forms/1WawE66Y31v2TlNg1

Pré-requisitos e Público Alvo

  • É recomendado a todos os profissionais que atuam com MTC, Shiatsu, psicólogos, bem como os demais profissionais de saúde que desejam enxergar além do horizonte físico atuar no campo emocional; aos psicólogos que desejam fazer uso de uma abordagem corporal, e aos terapeutas corporais que desejam passar a ter o corpo não como fim, mas como meio para equilibrar o ser.
  • A quem busca ampliar seus conhecimentos e, consequentemente, sua qualidade de vida.
  • Aqueles que desejem apenas o uso familiar do Shiatsu sentirão segurança na aplicação do dia a dia. Os que pretendem adotar o Shiatsu como método profissional, tenha qualificação prévia ou não têm possibilidade de seguir pelo programa completo de formação, que consiste de módulos avançados, participação em grupo de estudos, treinamento individual e de grupo, entre outras ações.

Objetivos

Trazer ao terapeuta que trabalha com medicina chinesa ou terapias mentais (psicoterapia, psicologia, etc) aprofundamento no estudo das relações entre meridianos e emoções. Fazer compreender a importância da linguagem corporal, e da presença integral do terapeuta para a abordagem emocional. Oferecer condições aos alunos de investigar e abrir seus conceitos internalizados. Experienciar no corpo os efeitos do Shiatsu, como praticante e receptor.

Conteúdo programático (Carga horária 32H):

  • Introdução ao saber Oriental
  • Origem, evolução e modalidades do Shiatsu;
  • As matrizes técnicas do Shiatsu;
  • Introdução à Medicina Oriental – Raízes, o Tao, as influências culturais;
  • Os 12 Meridianos principais e suas funções emocionais;
  • O estilo Shiatsu Emocional;
  • Introdução à percepção do Hara;
  • Corpo sensorial e Shiatsu: otimizando teoria e prática;
  • Tratamento dos principais desequilíbrios emocionais através do shiatsu;
  • Exercícios práticos e Prática Básica, com orientação ergonômica e postural.
  • Sinergia do Shiatsu com o uso de óleos essenciais;

– Com o programa formativo, é possível fazer uma sessão segura e com muitos benefícios aos praticantes.

Características gerais do Curso

– Aberto a todos: leigos e profissionais de saúde, com ou sem experiência em terapias manuais, orientais etc. (profissionais poderão obter descontos e seguir se aprofundando em cursos avançados)!

– Os iniciantes conseguirão acompanhar bem, e sair do curso fazendo uma sessão segura, completa e eficaz de Shiatsu;

– Profissionais de Shiatsu, MTC, de terapias manuais e outros profissionais de saúde se surpreenderão sobre o quanto esse curso tem a contribuir;

– O Curso abre as portas para os treinamentos avançados e maestria em Shiatsu e Shiatsu Emocional;

– Os alunos ganham acesso a comunidade SHIEM e suas redes de estudos e intercâmbio via Internet;

– Carga horária total: 32 horas + estudo complementar a distância (opcional);

– O participante terá direito a Certificado.

– Está incluído o KIT ALUNO: Apostila completa + HD VIRTUAL riquíssimo em informações complementares, como livros virtuais, artigos, imagens, músicas., etc.

O Shiatsu Emocional, conteúdo exclusivo de nosso curso:

  • Desenvolve hábitos saudáveis e exalta a vida;
  • Ferramenta de Autoconhecimento;
  • Trata o ser de forma integral e extensiva;
  • Alimenta a qualidade dos vínculos afetivos!

INFORMAÇÕES:

Dias 6, 7, 20 e 21 de maio, de 9 às 18H.

Local: Grupo Pela Vidda, Rua Guilherme Briggs, 9 – São Domingos, Niterói – RJ

E-mail: escoladeshiatsu@outlook.com

Telefone/Whatsapp: (21) 99830-5858 (Prof. Hirã – Cursos em Niterói)

Página do curso no Facebook: https://www.facebook.com/events/372429813138636/

Artigos e afins

O Fazer Terapeutico

https://oleikultura.files.wordpress.com/2014/04/w_rubik-cube-head.jpg

O Fazer Terapeutico

Por Carlos Garcia

Tradução de Hirã Salsa*

Qual o papel do terapeuta? Até onde vai a terapia? Qual o seu limite? Quando deixa de ser terapia e passa a ser código moral?

Essas questões permeiam nossa atividade no Shiatsu, é são preocupações constantes. O equilibrio ético de nossos limites contra nossas limitações pessoais, nossos delirios egóicos de grandeza e suma sabedoria, podem nos tomar de assalto e nos distanciar da missão de apoiar o movimento de integração de nossos clientes.

Para contribuir com essa discussão, deixo aqui tradução livre de minha autoria de trecho do livro Biodanza: El Arte de Danzar la Vida, de Carlos Garcia (pgs 53 à 55).

“Existe algo em comum a todas as abordagens terapêuticas do Séc. XX, apesar das diferenças e divergencias. Algo as unifica: O afã remediador.

A necessidade de dar remédio¹, de colocar ordem onde se havia perdido, é um dos muitos pontos em comum, em diferentes terapias. Claro que, nada há de mais nobre e humano que a soliedariedade compassiva com a dor do semelhante e sua intenção de remedia-lo. O que nos faz humanos, além da codição de animal homem, é a reciprocidade de nos reconhecermos mutuamente. “Sofro porque sofres”, “me alivio porque te alivias”, “gozo porque gozas”.

O que não está de todo claro nestes tempos em que a saúde é mais uma mercadoria que um ato de soliedariedade, são os limites da pretensão remediadora, ou dito de outro modo: qual é o limite e o contexto do terapêutico? Tal pergunta torna-se imprescindível em momentos de extrema proliferação de receitas salvadoras e remedios milagrosos. Porque se concordamos com o exposto anteriormente (que o afã curador pretende colocar ordem onde foi perdida), devemos previamente definir que tipo de ordem é esta, como se perdeu e como restitui-lo.

Considero que os limites e o contexto do ato terapêutico são dados pelo livre fluxo dos instintos e o desejo e as ações que surgem destes, em todas as suas manifestações. Fluxo livre que se faz evidente na expressão do ímpeto vital e a harmonia orgânica.

Os bloqueios deste livre fluir dos instintos e o desejo, os sintomas que evidenciam estes bloqueios, mostram o campo de ação da terapia. Este é o único tratável, o único curável: abrir as amarras para o desenvolvimento do potencial humano, desarmar as estruturas repressivas e culpabilizantes, acabar com as sombras envergonhadas de uma cultura manipuladora da conciência do homem, que se sustenta sempre sobre grossos e sólidos pilares… O pecado e a culpa.

Fora disto, além deste contexto o ato terapêutico perde seu lugar. A vida não é o lugar do ato terapêutico; simplesmente porque a vida é: incurável. O lugar da cura está demarcado pelo transtorno ou pelo bloqueio que impede de viver, mas de nenhum modo uma terapêutica pode ser uma arte de saber-viver, porque haverá transformado o curativo em normativo e a terapia terá caído na moral. Daqui à inquisição há um só passo.”

***

¹Considerare aqui mais o sentido de remediar e menos o de medicação. NT.

** Hirã Salsa é terapeuta corporal, professor de Shiatsu na SHIEM Escola de Shiatsu, praticante assíduo da Biodanza.

Artigos e afins

Escher, ilusão e realidade, yin-yang e Shiatsu Emocional

https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/9f/a1/a4/9fa1a40f988b3d03f2328e7e7c5a9b4e.gif

Escher: ilusão, realidade e Shiatsu Emocional

“Para ler como quem sonha”

Por Adriana Benazzi*

Há alguns anos, fui com minha família à uma exposição que me encantou demais.

Enquanto eu transitava pelas salas, meus olhos iam cada vez se aprofundando mais numa viagem além do tempo e do espaço, um verdadeiro encantamento. O efeito hipnótico era como imagino ser o de um encantador de serpentes.

Meu estado de transe foi tamanho, que tive que ser praticamente arrastada pra fora, pois não conseguia parar de olhar e ao mesmo tempo copiar os textos da curadoria, numa tentativa de levar para mim um pouco desta descoberta. https://i1.wp.com/mathstat.slu.edu/escher/upload/thumb/e/e4/St-peters.jpg/300px-St-peters.jpg

Semanas depois, entendi o que ali me atraía, numa aula de Shiatsu Emocional**. O entendimento do movimento da vida na forma da dualidade relativa do Yin e Yang, da realidade que se expressa no binômio tempo e espaço… tanto a se revelar… meu corpo é um portal. (Adriana)

SELEÇÃO DE TEXTOS DA CURADORIA DA EXPOSIÇÃO DE Mauritis Cornelius ESCHER – 2011

“Chamar atenção para algo que é impossível. É preciso ter certo grau de mistério, mas que seja imediatamente aparente. Eternidade, infinito, natureza, perspectiva, reflexos e ladrilhamento. Espaço é um conceito flexível. Natureza morta com reflexos e panoramas, casas impossíveis. Olhar duas vezes para perceber que o que se vê, não pode ser real. Juntar céu e terra. Às vezes parece-me que ficamos aflitos e possuídos por um desejo pelo impossível. Buscamos o não natural ou o sobrenatural, aquilo que não existe, o milagre.

Pode acontecer que de forma contínua nos tornemos PERCEPTIVOS OU INEXPLICÁVEIS . É o MILAGRE da mesma espacialidade tridimensional na qual andamos ao longo do dia, como em uma esteira.

Este conceito de espacalidade se revela por vezes em raros momentos de lucidez, como algo que tira o fôlego.

NÃO CONHECEMOS O ESPAÇO.

“M.C.Escher (1898-1972) era um gênio da imaginação lúdica e um artesão habilidoso nas artes gráficas, mas a chave para muitos dos seus efeitos surpreendentes é a matemática. Não a matemática dos números e das fórmulas, mas a geometria em todos os seus aspectos. Escher podia imaginar os efeitos fantásticos, mas a geometria era uma ferramenta necessária para capturar esses efeitos.Também tratava da relatividade de forma agradável, obrigando-nos a perguntar:“O que eu percebo é realmente o que parece ser?”. 

* Textos de Pieter Tjabbes, curador  da exposição “O Mundo Mágico de Escher” promovida pelo Centro Cultural Banco do Brasil entre outubro de 2010 e julho de 2011, em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. 

 

* Adriana Benazzi é professora da Escola Shiem. Médica ginecologista, especializada em homeopatia e medicina ayurvédica, completamente apaixonada pela vida, pela humanidade, e por extensão pelo Shiatsu.

** O Curso “Shiatsu Emocional” cresceu, virou livro, virou formação, e deu origem à nossa Escola SHIEM de Shiatsu.

Nossos cursos

Shiatsu Essencial – Novo curso resgata a sabedoria oriental na base do Shiatsu

Tamai Tempeki, pai do Shiatsu (foto de 1915)

Como anunciamos no mês passado, nosso programa formativo evoluiu, e o curso Shiatsu Essencial é um de seus principais destaques. Projetado para ser um curso de baixo custo mas de alta qualidade, ele traz o espírito do Shiatsu e prepara os que desejarem para alçar vôo em alto estilo em nossa já reputada formação.

Conheça o descritivo de nosso novo curso:

CURSO SHIATSU ESSENCIAL

O que é

É a forma mais profunda de iniciar o contato com o Shiatsu.

Um curso dinâmico e focado na prática, na percepção e interação consciente com a Energia (Ki) e na filosofia oriental que dá base ao Shiatsu.

Pré-requisitos e Público Alvo

Sem pré-requisitos, e ideal para quem quer praticar no âmbito familiar, pretende que o Shiatsu seja uma forma de manutenção pessoal da saúde ou ainda, para profissionais de terapia corporal que queiram reforçar as bases de sua prática.

Objetivos

Levar o aluno a perceber, compreender e interagir sabiamente com a Energia Vital; Fornecer bases para uma prática profunda, segura e consistente de Shiatsu; Integrar a prática à essência filosófica oriental; Fornecer os subsídios para a mente calma e atenta, e introduzir a filosofia oriental.

Conteúdo Programático

  • Shiatsu e a Cultura de busca da tradição Japonesa
  • Prática do Shiatsu: Toque, ergonomia, formas de pressão, sentir e seguir o corpo
  • Respiração e atenção plena
  • Ki (Energia vital; Yin-yang; Circulação de energia pelo corpo)
  • Padrões dolorosos e energia
  • Estratégias de tratamento dinâmicos
  • Autoshiatsu, Do-In e Pontos especiais

Características do curso

-40% de teoria, 60% de prática, poucos intervalos (aproveitamento máximo do tempo de aula).

– Profissionais de Shiatsu e terapias manuais irão revigorar-se com a profundidade teórico-prática em torno de temas simples e com a riqueza das práticas;

– O curso amplia exponencialmente o aproveitamento do Curso Formativo em Shiatsu;

– Os alunos ganham acesso a comunidade SHIEM online;

– Carga horária total: 20 horas

– O participante terá direito a Apostila e Certificado.

ATENÇÃO: O Shiatsu possui exigências físicas baixas ou moderadas relacionadas à posição e movimentação do praticante durante suas práticas. Caso haja alguma limitação física, por favor, consulte-nos antes de se inscrever, para que busquemos o diálogo e a melhor forma de adaptação! escoladeshiatsu@outlook.com

Próxima turma: Consulte nossa AGENDA

CONHEÇA NOSSAS ETAPAS FORMATIVAS E O PROGRAMA COMPLETO

Agenda: Cursos Eventos etc., Notícias

Curso de Shiatsu e Shiatsu Emocional em Niterói, RJ (outubro 2016)

Poderoso curso, completo por si mesmo, mas quefaz parte de uma estrutura formativa muito maior. Aprenda ou aprofunde-se com a única Escola de Shiatsu do Brasil dedicada exclusivamente à essa terapia!
shiem_nitout2016