Artigos e afins, Perguntas e Respostas

Perguntas sobre cursos de Shiatsu

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE CURSOS DE SHIATSU E O CURSO DE SHIATSU EMOCIONAL

Arnaldo V. Carvalho

1. O que esperar do curso de Shiatsu Emocional?

Simplicidade com profundidade. Procuramos falar sem rodeios sobre as questões emocionais, e como podemos equilibrar o ser através do corpo; Vivenciamos muitas dessas questões através do aprendizado da psicossomática dos meridianos.

O aluno pode esperar com segurança um professor com atenção integral ao aluno, uma apostila rica e detalhada, e um suporte permanente às dúvidas gerais.

Espera-se ainda que com as teorias e práticas dadas, seja possível que se utilize o Shiatsu emocional em situações profissionais e pessoais.

Não se deve esperar: Pomposidade, linguagem rebuscada, teorias incompreensíveis.

Nossos quatro grandes objetivos para com os estudantes são (nessa ordem):

1. Favorecer que a pessoa saia do curso para a vida como uma pessoa melhor;
2. Compartilhar informação e energia;
3. Oferecer uma ferramenta de autoconhecimento para o dia a dia;
4. Oferecer uma ferramenta de trabalho altamente diferenciada e eficiente aos profissionais ligados às emoções e ao corpo.

2. Que teorias preciso conhecer para ser um bom Shiatsuterapeuta?

R – Praticamente todos os estilos de Shiatsu se apoiam na visão da Medicina Tradicional Chinesa. Esta, por sua vez, tem muitos desdobramentos, pois reúne todos os conhecimentos acumulados através dos tempos pelos vários povos que deram origem ao povo chinês.

No panorama terapêutico, hoje temos duas grandes correntes de Shiatsu: Uma que está focada para as teorias diretamente relacionadas à anatomia e fisiologia do corpo. A ideia é “cientifizar” os conceitos tradicionais, comprovando seu funcionamento. A outra corrente se volta para a essência do indivíduo: Está preocupada em promover saúde, não em curar doenças. Dá atenção à relação terapeuta-paciente como um meio de resgatar a essência da vida humana, tal como acontece nas antigas tradições do oriente, preservadas no taoísmo, na arte zen, etc.

Um bom praticante de Shiatsu pode associar ambas as correntes, ou navegar por uma só delas, o que não é frequente, mas possível. Independente disso, todo Shiatsu terapeuta tem sempre o Tao como parâmetro máximo de análise das coisas. Seus desdobramentos são também um ponto comum entre os conhecimentos requeridos pelo Shiatsuterapeuta (teoria dos 5 elementos ou 5 movimentos, meridianos, zang-fu).

3. Qual a diferença entre um Shiatsu e outro?

R – Cada pessoa carrega em si um jeito próprio de fazer as coisas. Assim, quando alguém ensina Shiatsu a outro alguém, está ensinando na verdade baseado no seu próprio jeito de fazer – no seu estilo. Alguns estilos de Shiatsu acabam adquirindo características inteiramente novas e se tornam muito populares. Essa popularidade é obtida tanto pela habilidade da pessoa que ensina, quanto pelas teorias e técnicas que escolhe usar, dentro de um repertório vasto e continuamente renovado.

A principal diferença de um estilo para o outro está no foco do tratamento. De qualquer maneira, pode haver diferenças fortes em suas práticas, da forma com que se diagnostica, se trata, etc.

Contudo, não se pode dizer que um estilo é melhor do que o outro. Apenas, que possuem focos diferentes.

Hoje em dia há, naturalmente, o fenômeno do marketing divulgando os diferentes estilos e técnicas. Com efeito, a maioria dos estilos conhecidos no Brasil só se tornaram ricamente populares a partir dos Estados Unidos, que explora, como nenhum outro país, o marketing para propagar ideias (o que não desmerece nenhum estilo).

4. Quanto tempo leva para eu me formar em Shiatsu?

R – A verdadeira formação do Shiatsu se dá ao longo da vida. Nunca termina. O Shiatsuterapeuta aprende nos bons cursos que sua técnica é também uma filosofia de vida.

Ainda assim, temos os cursos de formação, onde o tempo varia de acordo com a carga horária de um curso.

Cursos de formação orientadas para certificação reconhecida pelo MEC tem em torno de 600H de aula.

As formações em estilos específicos costumam ser editadas em módulos, e a carga horária é menor. O certificado em geral é de curso livre, e sua validade está ligada ao respaldo do próprio profissional que ministra o curso ou da instituição por trás dele.

Contudo, o Shiatsu não é profissão regulamentada por lei, e o fato do MEC reconhecer o curso não quer dizer que no Brasil haja parâmetros que digam como o terapeuta deve trabalhar.

5. Qual é o melhor curso de Shiatsu?

R – Impossível responder com exatidão. Existem as teorias, e existe a afinidade. Fundamentalmente, o bom curso é aquele que você julga ter ambiente que te motive a aprender sempre mais. É aquele que possui professores não só conhecedores da matéria, mas que saibam – e gostem – de transmitir a matéria. É aquele não voltado apenas para suas provas, mas para avaliações qualitativas do aluno, preparando-os não só para serem técnicos, mas seres humanos melhores, aproximando-se assim do Tao.

6. Sou psicólogo. Como posso trabalhar com o Shiatsu Emocional em minha prática de consultório? No que me acrescenta?

R – O Shiatsu emocional é a melhor forma de você se iniciar na filosofia chinesa de enxergar o indivíduo. Ele possui técnicas de interação com o paciente capazes de trazer resultados concretos para seu tratamento. O Shiatsu emocional foi desenhado para ser totalmente compatível com tratamentos psicológicos, e traça paralelos com teorias que dão base à própria psicologia.

7. Já sou Shiatsuterapeuta. O curso é útil para mim?

R – Se você considera fundamental saber lidar com as emoções no processo de tratamento com Shiatsu, sim. Ele explora de um jeito bastante simples as facetas humanas, sem perder de vista as bases filosóficas que norteiam o Shiatsu. O Shiatsu emocional é também um importante diferencial de mercado para o profissional.

8. Sou fisioterapeuta. Como utilizarei a técnica emocional do Shiatsu em minha prática? Quais as vantagens?

R – Fisioterapeutas cada vez mais estão conscientes de que os problemas encontrados por eles possuem pelo menos alguma ligação com as emoções. O Shiatsu emocional é em si um processo corporal que promove também o bem estar equilíbrio emocional dos clientes. Suas práticas auxiliam os fisioterapeutas em todo o tipo de tratamento, da fisioterapia respiratória (patologia de baixa gravidade), aos tratamentos de lesões no sistema osteomuscular.

9. Não sou da área de saúde. O curso de Shiatsu emocional pode ser útil para mim?

R – Sim, o curso básico é sem dúvida uma ferramenta de autoconhecimento, e procura conectar os participantes à sua própria essência. Fica mais fácil dizer “para que estou aqui?” após um curso como o de Shiatsu Emocional.

10. Como o Shiatsu emocional trabalha as emoções?

R – Sem teorizar:
Através do singelo ato de olhar. Através do simples. Do respeito verdadeiro. Da atmosfera única que se cria num processo corporal baseado no amor.

Pela técnica:
Chamamos de “camadas” os diferentes extratos psicoenergéticos que compõem nosso esquema corporal. O corpo atua sob as condições ditadas por esse esquema. Atuamos com o Shiatsu Emocional usando técnicas para o reconhecendo os padrões emocionais do indivíduo, suas ligações e a profundidade das camadas de desequilíbrio em cada um. A partir daí é feito um trabalho corporal capaz de acessar e remover bloqueios, dentro da crescente capacidade de elaboração e enfrentamento dos atendidos.

Anúncios