Agenda: Cursos Eventos etc., Notícias, Novas técnicas e abordagens

Shiatsudô – Uma nova proposta

Quando os Samurais se foram, e o Imperador japonês iniciou um agressivo processo de modernização de seu país, surgiram as escolas de An-ma, criadas para ensinar a antiga massagem, que incluia técnicas terapeuticas variadas, oriundas da sabedoria popular japonesa (como no Brasil, a medicina popular do Japão era e é uma mistura de preceitos de saúde de vários povos).

O método escolar formava cidadãos segundo os moldes ocidentais, substituindo antigas tradições de mestre-discípulo. Esta, contudo, se manteve de forma estilizada nas Artes Marciais, que surgiam para preservar os valores culturais e filosóficos do Japão ligados às lutas, desassociado porém de violência o uso indevido da força por seus praticantes.

O aikidô, karatê e o judô tornaram-se esportes (esse último galgou o patamar olímpico), sendo praticados no mundo todo e a eles creditados o mérito de oferecer aos praticantes autocontrole, disciplina, flexibilidade e força. Os mesmos valores aprendidos, a mesma filosofia das artes marciais envolvem igualmente o Shiatsu. A semelhança ocorre inclusive no vestuário de muitos professores de Shiatsu, que usam kimonos aproximados aos das artes marciais. A exceção é que, enquanto a Arte Marcial o enfrentamento, o autocontrole e o autoconhecimento são simbolizados através dos katares e da forma como se luta com outros praticantes, no Shiatsu o fazemos a partir do contato amoroso entre dois interagentes. Ele não precisa ocorrer apenas no âmbito profissional, nem precisa ser apenas ensinado em cursos destinados à formação de terapeutas.

Shiatsu é um meio de cultura corporal não-marcial, e pode ser praticado livremente, variando conforme o nível de conhecimento e prática do aluno. É daí que surge o Shiatsudô, um Shiatsu não-terapêutico. Trata-se de uma atividade suave, que alonga, faz contato, recria o entendimento do ser humano com ele mesmo, outro seres humanos natureza.

Um praticante de Shiatsudô aos poucos desenvolverá uma leveza de espírito e uma firmeza de corpo; Tornar-se-á mais hábil em suas relações interpessoais e terá seu emocional mais bem estruturado, permitindo que o Ser torne-se espontâneo e “macio”.

Diferente de um curso com começo meio e fim, Shiatsudô não tem pressa em formar, nem tem fim. Há uma relação direta do professor com cada aluno, e este só pratica exercícios avançados uma vez que domine os básicos. O professor observará a proeficiência do aluno e o orientará em sua caminhada, de acordo com seu próprio ritmo. Quem pratica Shiatsudô o faz para tornar sua Vida melhor e a das pessoas em seu entorno, não para ser um profissional terapeuta.

As correntes de autoconhecimento, saúde natural e espiritualidade sempre falam da importância que se deve dar ao corpo, à mente e ao espírito. Falam muitas vezes da indivisibilidade dessas três facetas do ser humano. Mas como conseguimos ver essas facetas em separado? O que falta é uma certa força de relação. Ao dirigir-se ao indivíduo, a terapia esquece da força de ligação relacional, que é, aqui na Terra, o símbolo dessas ligações entre corpo-mente-espírito. Precisamos fazer a ligação corpo-mente-espírito-sociedade-planeta-Universo, se quisermos que essa harmonia se estabeleça de modo profundo e efetivo. É disso o que se propõe o Shiatsu, e é para isso que criamos o Shiatsu-dô, uma forma de evoluir através do Shiatsu.

AULAS DE SHIATSUDÔ GRÁTIS EM NITERÓI

Estaremos no ano de 2011 oferecendo gratuitamente aulas de Shiatsudô, como laboratório dessa atividade. Entre em contato com o Centro Brasileiro de Acupuntura e saiba mais sobre a técnica! Aulas toda quarta-feira a tarde. Vagas limitadas. O Shiatsudô foi idealizado e é inicialmente dinamizado por Arnaldo V. Carvalho, cujo currículo se encontra abaixo.

* Arnaldo V. Carvalho é Terapeuta Corporal, Naturopata, e Praticante de Shiatsu há 17 anos.
Membro-conselheiro do Sindacta, autor do livro Shiatsu Emocional, único brasileiro a ministrar conferência no Congreso Internacional de Shiatsu em Madri (considerado o maior evento do gênero). Já dinamizou atividades ligadas ao Shiatsu em diversos estados do Brasil e países como Estados Unidos, Panamá, Argentina, Japão, Espanha e Portugal. Dirige a Aeshi – Escola de Shiatsu, onde ensina o Shiatsu Emocional através de uma didática inovadora. Coordena o curso de Shiatsu do Centro Brasileiro de Acupuntura Clínica e Medicina Chinesa. Administrador dos sites http://www.shiatsuemocional.com.br, shiatsuemocional.wordpress.com, portalverde.com.br, portalverde.wordpress.com, fundador e moderador do Fórum Shiatsu BR (yahoogrupos), Shiatsu Brasil e World of Shiatsu (facebook). Mais sobre Arnaldo V. Carvalho em http://www.arnaldovcarvalho.com