Livros, videos e Indicações, Notícias

Entrevista de Douglas Gattini legendada em português começa a ser exibida no Youtube

http://www.youtube.com/watch?v=1oJwYy7R3k4 O professor de Shiatsu chileno-italiano Douglas Gattini, por ocasião de sua vinda ao Brasil em meados de 2014, concedeu entrevista exclusiva a Arnaldo V. Carvalho, com apoio da Associação Brasileira de Shiatsu. Falando sobre suas origens, ensinando sobre a profundidade do Shiatsu, o Prof. Douglas nos mostra o potencial da terapia e o quanto temos para aprender. O vídeo é dividido em cinco partes de oito a dez minutos, e que serão exibidas semanalmente. Que possa ser útil aos praticantes e inspirador aos que ainda não praticam. Muito obrigado Prof. Douglas Gattini.

Anúncios
Agenda: Cursos Eventos etc., Notícias

Seminários de Shiatsu na Argentina incluem Shiatsu Emocional

O site do projeto Paragaté Shiatsu de Buenos Aires está divulgando a série de Seminários e Treinamentos com Arnaldo V. Carvalho.
Paragaté Shiatsu é um projeto de trabalho cujo objetivo é a difusão e ampliação de visão dos praticantes de Shiatsu argentinos.

Muitas propostas em formato único e cuja participação requerem apenas a vontade de aprender (as contribuições são todas espontâneas) marcam quase uma semana inteira de intensas atividades que incluem Shiatsu Emocional, Aromaterapia no Shiatsu, e muito mais!

Arnaldo oferecerá pela primeira vez ao público a possibilidade de conhecerem certos segredos de sua rotina técnica. Imperdível.

 

SEMINARIOS, CHARLAS, PRÁCTICAS

Hemos programado diferentes actividades, una o dos por día, con la intención de realizar una Celebración del Shiatsu: Seminarios que contribuirán a ampliar las herramientas de los Shiatsushi. Prácticas para internalizar los aprendizajes. Charlas para intercambiar experiencias. Ninguna de las actividades será arancelada. La contribución será voluntaria.

Coordina: Arnaldo Carvalho (Brasil)
Lugar: Buenos Aires, Argentina
Dias: 2, 3, 4 y 5 de Agosto de 2012.
Horarios: Jueves y Viernes: 19 a 22 hs. Sábado 10 a 13hs.  y 15 a 21hs., Domingo: 10 a 13hs. y 15 a 17hs.
Destinatarios: Maestros, Terapeutas y Alumnos de Shiatsu. Público en general.

Solicitar programación: info@paragateshiatsu.com o al Tel. (0054) 11 4 0735775

SEMINARIOS, PRÁCTICAS, CHARLAS.COORDINA: Arnaldo Carvalho, Terapeuta y Maestro, creador de “Shiatsu Emocional”.PROGRAMACIÓN:

JUEVES 2 DE AGOSTO

“QUE QUEREMOS?”
Arnaldo Carvalho, presidente de ABRASHI, hablará sobre la esencia del Shiatsu. Qué es lo que motiva a una persona o grupo a unirse para crecer. Compartirá su amplia experiencia en ese sentido. Reflexionará con los asistentes, respecto de donde queremos llegar con nuestro Shiatsu y donde llegaremos con la conducta que tenemos.

Horario: 19 a 22hs.

VIERNES 3 DE AGOSTO

“NOCHE DEL SHIATSU – AUTENTICA CELEBRACION DE LA VIDA!”
Preguntas y respuestas. Arnaldo Carvalho y Mercedes Avellaneda responderán como tratan diversos temas, en el consultorio y en la vida. Complementamos con prácticas colectivas.

Horario: 19 a 22 hs.

SÁBADO 4 DE AGOSTO

• “ACEITES ESENCIALES Y SU APLICACIÓN EN EL SHIATSU”
Programa: Bases tradicionales y científicas de la aromaterapia. Estudio
del uso de hierbas y óleos a lo largo de la historia de la Medicina
Tradicional China (MTC). Fórmulas tradicionales utilizadas en la MTC –
qué son y como prepararlas. Posibilidades y técnicas de utilización en
Shiatsu y en la MTC. En Shiatsu, con moxa, acupuntura, etc.

Horario: 10 a 13 hs.

• “PROMOVER EQUILIBRIO EMOCIONAL CON SHIATSU”
Programa: Estudio del vínculo terapéutico. Impulsos y desenvolvimiento de la inteligencia y la personalidad: visión oriental y psicoterapéutica. Los sueños. Cuentos en la terapia. El trabajo de Wilhelm Reich y sus aplicaciones en el Shiatsu. Técnicas exclusivas de “Shiatsu Emocional”. (Este programa puede ser modificado según las necesidades del grupo.)

Horario: 15 a 21 hs.

DOMINGO 5 DE AGOSTO

• “PRACTICAR SHIATSU EN SU CASA”
Taller vivencial. Se aprenderán maniobras de fácil aplicación, que
podrán ser realizadas por personas de cualquier edad, en el ámbito
familiar. Este es un taller para que inviten a sus parejas, hijos, padres,
familiares, amigos, etc.

Horario: 10 a13 hs.

• “TARDE DEL SHIATSU – CONTINUAMOS CELEBRANDO VIDA!”
Preguntas y respuestas. Arnaldo Carvalho y Mercedes Avellaneda
responderán como tratan diversos temas, en el consultorio y en la vida.
Complementamos con prácticas colectivas.

Horario: 15 a 17 hs.

Post no Facebook: http://www.facebook.com/events/166564993468190/

Artigos e afins

2012 une festas das ciências e de grandes religiões do mundo Dia do Shiatsu

2012 une festas das ciências e de grandes religiões do mundo ao Dia do Shiatsu

Por Arnaldo V. Carvalho

Dia 8 de abril de 2012. Povos do mundo inteiro seguem com suas tradições e comemorações pela vida, pelos deuses e pelas conquistas do próprio ser humano: os budistas celebram o aniversário do próprio Buda. Os cristãos, a ressurreição de Cristo (Páscoa). Os judeus, a libertação do povo hebreu (Pesach). A ciência comemora internacionalmente o Dia da Astronomia e a medicina, a antiga luta contra a doença que tem sido o maior desafio da arte de curar em todos os tempos: o câncer (Dia Mundial de Combate ao Câncer) Um só tempo que reúne de forma singular, comemorativos a representar vários tipos de racionalidade: a científica, a médica, a religiosa ocidental e a religiosa oriental. A coincidência de datas de festas fixas e móveis alimenta o imaginário de um momento auspicioso para a humanidade.

É belo, ao praticante de Shiatsu, entender-se também como celebrante desse dia, engendrando em si a percepção de que essa técnica é hoje um pouco de cada uma dessas culturas, lógicas e saberes. Uma fusão mágica que segue evoluindo, sem perder contato com as raízes.

Sua origem é o Japão com sua cultura oriental-insular. Sua inspiração oriunda de antigos saberes da ásia continental. Sua expansão, sobretudo através da cultura ocidental; seu espírito, derradeiramente primal1. As virtudes do Shiatsu moderno vêm justamente da harmoniosa combinação cultural, que abraça aquilo que transcende a cultura: as raízes profundas do ser humano, sua relação consigo, com o outro e com a Terra.

Raízes

Ao ser criado em uma cultura ilhéu extremamente homogênea, e que após curto período de intercâmbio ainda permaneceu por mais de dois séculos afastada do contato com outros povos, o Shiatsu pôde, como parte integrante da cultura japonesa, nascer único. Enquanto manifestação viva deste povo, de certa forma essa terapia representou o desenvolvimento final de tal cultura, até ali mergulhada em si mesma. Por isso mesmo, é resultado de um sistema de saúde autêntico, que exatamente no momento de seu surgimento já começava a perder suas características autênticas, como consequência da Revolução Meiji2. Contudo, seu método de ensino já sofre influência inclusive ocidental, e suas sementes teórico-práticas não escondem a influencia continental (manchu, coreana, chinesa, etc)3. Se pudéssemos inspirar profundamente em busca de trazer ou avivar o espírito com os ares do passado oriental, revelar-se-ia nos etéreos gases que armazenam a memória dos homens muitos aromas dessa medicina continental: incensos, agulhas, ventosas, toalhas quentes, mãos hábeis, ervas, deuses e dragões – os ingredientes desse caldeirão constituiriam o que hoje denominamos Medicina Tradicional Chinesa. Os vapores da medicina oriental percorreram o continente, suas montanhas e estepes. E ao aportarem finalmente na Ilha do Sol Nascente, ali tais saberes puderam ser fundida aos preceitos do xintô4 e crenças anímicas diversas e a um cem número de hábitos e saberes de uma sociedade original, primeiramente costeira, cujas luzes eram inspiradas pelo mar, pelo sol e pela luz, e por paisagens predominantemente vulcânicas, ricas em lagos, montanhas e águas sulfurosas.

A observação desse sistema de compreensão da vida, construída pela constatação de um filosofia que por milhares de anos pensou-a e abstraiu que mecânica da vida do Ser Humano funciona da mesma maneira como a mecânica da natureza, do próprio Universo, nos remonta a uma certeza que todo humano vivo tem desde o útero ao sempre: mãos que amam são mãos que curam, regulam, afagam. O poder das mãos, do ritmo, da respiração está em cada um, desde o nascimento. É aí que vive o espírito primal transcultural no Shiatsu. Sua técnica reproduz, através do ritmo e intensidade de suas manobras, a própria pulsação da vida. Vai ao encontro do inter-relacionamento curativo, vital, utilizando o toque, o ritmo interno e a respiração harmoniosa.

O papel do Ocidente e sua maneira de pensar, contudo, não deve ser negligenciado. O método científico, aprimorado por essa cultura em seu período renascentista e iluminista, amadurecido ao longo desse tempo a atravessar nosso tempo suas tecnologias e saberes acumulados, nos ajuda a demonstrar a utilidade do Shiatsu nas áreas da vida. A ciência oferece a mente ocidental-racional uma compreensão sobre os processos da técnica. Oferece ainda suporte teórico que vem possibilitando o Shiatsu a permanecer em desenvolvimento em muitos lados. Os conhecimentos da anatomia, fisiologia, embriologia, da psicologia do desenvolvimento, do inconsciente e seus processos, da biomecânica, da etologia, da neurofisiologia e neurociência, da pedagogia e mesmo da sociologia hoje influenciam as práticas modernas, criam novas escolas e estilos, e preparam melhor o praticante para muitas situações que não se sabiam ser possível tratar com Shiatsu ou cuja atuação até bem pouco tempo era bem mais limitada.

É exatamente por utilizar a linguagem Universal além-verbo e ser amparado por uma racionalidade respaldada que o Shiatsu é aceito no mundo todo, cresce conforme as necessidades específicas de cada povo ou localidade, e vem se tornando parte da maneira de viver de cada vez mais pessoas ao redor do globo.

Consciência

Aparentemente, há níveis de consciência diferentes de pessoa para pessoa, de grupo para grupo entre os shiatsu-praticantes. Talvez o momento nos leve a afirmar que a consciência das raízes e a pulsação extra-individual do Shiatsu pareçam um pouco dispersas no coração de muitos praticantes e professores. Mesmo assim, faz-se presente a mesma pulsação e esse mesmo contato profundo, toda vez que a técnica, não importa o estilo ou base teórica, é realizado com profundidade.

Por ocasião deste dia especial, vale refletir um pouco a consciência do processo, capaz de trazer a memória da pulsação da vida durante a prática terapêutica, e quem sabe suscitar que ela se faça mais assíduo no universo dessa terapia. Comecemos por perguntar: “O quanto tal consciência conta?”, e seguida a esta, várias outras:

  • Como você estabelece seu vínculo terapêutico com as pessoas que atende?
  • Como você estabelece seu vínculo com o próprio Shiatsu?
  • Você recebe Shiatsu?
  • Você aplica em situações não profissionais, sobretudo em seu ambiente familiar?

São perguntas que exigem não apenas respostas, mas atitudes. Uma vez passando a prática, novos questionamentos insistirão em surgir: “és capaz de sintonizar sua respiração a do outro, és capaz de observar a própria pulsação, do outro e do próprio vínculo que se forma?”; “É a mão que faz Shiatsu em quem está deitado ou quem está deitado também faz Shiatsu no praticante ativo a medida em que é tocado?”

Tomar consciência e ir as raízes; olhar para frente; desmecanizar os movimentos, Permitir que a teoria e a prática se unam. Permitir que as demais sabedorias que habitam seu ser se façam presentes em seu Shiatsu diário. Fazer do Shiatsu mais do que um momento, uma maneira de vez o mundo que faz parte do próprio praticante.

São as propostas deste entusiasta que despede-se com o desejo mais simples: Feliz Dia do Shiatsu para todos!

* Arnaldo V. Carvalho, praticante de Shiatsu há quase duas décadas.

1. A origem do Shiatsu no Japão encontra influência de diversos aspectos de sua cultura, onde vários segmentos sociais abrigarão variantes da técnica. Assim o Shiatsu possui conexões com os modos de viver e pensar, samurai, zen, camponês, técnico-prático (anma ensinadas aos cegos como profissão é um exemplo desse segmento social); Sua inspiração é continental, de um conjunto de saberes que hoje vem sendo compilado como Medicina Tradicional Chinesa, que pos sua vez bebe de fontes filosóficas e crenças taoístas, pré-históricas. Sua expansão ocorreu no e através do Ocidente, que ofereceu bases teóricas de seus conhecimentos biomédicos, e popularizou rapidamente o shiatsu em seus países. O pensamento judaico-cristão não deixa de aparecer, tanto na própria história cristã no Japão (pensem nos diversos movimentos religiosos cristãos do Japão, como a Igreja Messiânica, Sei-sho-no-ie, Perfect Liberty, etc.), como por ser parte constituinte da psiquê coletiva no ocidente. Primal: iniciados nos primeiros e tempos, sob perspectivas filogênicas, psicogênicas e etológicas.

2. Revolução ou Restauração Meiji: Momento da história do Japão , que principiou no momento da derrubada do Shogunato Tokugawa em 1868 com a ascenção do imperador Mutsuhito (Meiji) ao poder. A isto seguiram-se alterações culturais sem precedentes, concomitantes a abertura de portas do Japão ao mundo. As mudanças aconteceram em todas as áreas: governo, instituição, educação, economia, saúde, religião, etc. A Era Meiji (período em o Império Japonês se estabelece sob o governo de Mutsuhito) duro até 1912. A concepção do império prosseguiria por mais dois governos até a rendição japonesa na II Guerra Mundial.

3. O que hoje chamamos de China, Coreia são países numa concepção moderna de estado. No tempo que evocamos como inspirador da cultura de cura no oriente, não se pode falar exatamente nesses países, mas nos muitos povos em constante mescla, fusão, difusão, revezamento de poder, expansão e retração. Tal estudo é de uma complexidade além da proposta deste texto. O que aqui cabe é que o Japão foi ciclicamente alvo dos impérios que se revezaram durante toda a história principalmente (mas não somente) do território atualmente chinês. Essas “ondas imperiais” trouxeram a Ilha pessoas e suas culturas, de toda a parte do oriente. Destaca-se o século VI como de talvez maior evidente influência, tanto pela chegada maciça do Zen, como pelo próprio amadurecimento da MTC nesse momento em toda a parte. Fundiram-se essas práticas aos costumes dos povos pré-japoneses e seus métodos de cura.

4. Xintoísmo: Xintô quer dizer “caminho dos Deuses”, e o xintoísmo congrega a espiritualidade tradicional dos japoneses.

Notícias, Traduções

Shiatsu na Wikipedia – Minha luta para assegurar a seriedade e clareza do verbete Shiatsu na maior enciclopédia do mundo

Por Arnaldo V. Carvalho

A primeira inscrição do verbete Shiatsu em português

Em 17 de janeiro de 2006 foi ao ar a primeira referência sobre Shiatsu, em português, pela Wikipedia, de autoria desconhecida.


Dessa pequena definição livre (cheia de erros e acertos) de um autor desconhecido, entrou para a história da Wiki a nossa querida técnica terapeutica.

Quem começou a dar forma mais completa ao verbete foi Edgard Magalhães, que escreveu e organizou a base de informação que seria utilizada até o presente data:

O texto Wiki de Edgard Magalhães para Shiatsu, em 2006

A última modificação antes da nossa foi feita por Leandro Martinez, que, tendo pego a página já bastante acrescida de dados, basicamente revisou os links de até então.

A partir desse momento, entrei para a equipe Wikipedia (2010) com o destino de fazer da versão brasileira a mais rica e organizada em informação sobre Shiatsu.  Após esse texto, foi feita por mim uma grande revisão, contando com 15 versões diferentes. Ele passou a seguir as tendências internacionais de indexação de informação sobre o Shiatsu (foram analisadas as versões do verbete para 6 línguas diferentes), e atualizado com informações sobre o Shiatsu no Brasil. Os textos possuem contribuições originais minhas como especialista da área, traduções oriundas dos verbetes estrangeiros, além de outras contribuições. Com isso, o verbete em português pode ser considerado um dos mais completos do mundo, um trabalho de esmero digno de Espasa Calpe ou dos melhores verbetes Wikipedia. Infelizmente, como já fez outras vezes com outras contribuições, Martinez repudiou minha contribuição. Dei entrada no pedido de discussão da Wikipedia, sem resultados ou argumentos plausíveis da parte deste. No ano seguinte, o verbete Shiatsu sofreu um “ataque da ignorância”: equipe envolvida com um projeto de indexar verbetes relacionados a medicina sugeriu fusão do termo Do-In com Shiatsu. A sugestão de fusão entre os verbetes Do-in e Shiatsu: Absurdo!Para o leigo, vale esclarecer que o Do-in tem origem na região central da atual China, enquanto que o Shiatsu tem origem no Japão. As práticas culturais de cura, luta, plantio, etc., etc., possuem uma história de transformações não sem intercâmbio entre os muitos povos, mas o Shiatsu tem conceito e história distintos do do-in, embora com vários pontos de tangência.

Pois bem, tendo sido eleito presidente da Associação Brasileira de Shiatsu no mesmo ano, requeri em Assembleia uma campanha para a vigia do verbete na Wikipedia, o que foi aprovado por unanimidade. Atualmente, o projeto está sendo ampliado para um grande Observatório do Shiatsu na Imprensa e Internet, que visa corrigir vícios, tendenciosismos e esclarecer aos leigos é aprendizes do Shiatsu sobre a técnica de modo abrangente e verdadeiro.

Exponho aqui a última tentativa de versão, efetuada hoje. Vamos ver o que será feito na Wiki, mas caso haja novas intervenções, ao menos o texto está salvo.

 Primeira parte do verbete Shiatsu atualizado

A página, que só no mês passado foi consultada mais de 4 mil vezes, tem potencial para muito mais. Convocamos a todos os professores e profissionais que se envolvam diretamente na construção da informação correta, imparcial e completa a toda a comunidade lusófona a respeito do Shiatsu, sua história, seus estilos e sua Arte de Cura.
Arnaldo V. Carvalho, praticante de Shiatsu desde 1993, professor desde 1999, membro da Associação Brasileira de Shiatsu
Scans do verbete:
Notícias

Convocatória para 28/12/2011 – Assembleia Geral Extraordinária

CONVOCATÓRIA

A Associação Brasileira de Shiatsu terá sua última reunião do ano.

A Assembleia Geral Extraordinária será realizada em ambiente virtual, via grupo da Associação Brasileira de Shiatsu no Facebook.

A data é 28 de dezembro, as 20:30, e a assembleia está prevista para durar cerca de 1H30m.

Temas:

 

  1. Representações regionais

  2. Calendário 2012 – Confecção e aprovação

  3. Sistema de notícias e comunicação ABRASHI > Sociedade e ABRASHI > associados

  4. Os projetos da ABRASHI (congresso, wikipedia, história do Shiatsu no BR, tradução Shiatsu Ho)

  5. Apresentação da política de transparência da diretoria

  6. Assuntos gerais

Todos os praticantes de Shiatsu do país, de todos os níveis, estilos e escolas estão convidados a participar. Os resultados da Assebleia Geral Extraordinária serão  divulgados no Blog da ABRASHI.

Pedimos a todos os membros da ABRASHI, participantes informais e interessados no Shiatsu que divulguem a reunião, repassando por e-mail, nos grupos virtuais e nos ambientes onde frequentam. Dela dependem os passos a serem dados no próximo ano, que serão fundamentais para os objetivos da associação.

 

As instruções de como participar do grupo e entrar no Chat encontram-se em anexo.

 

Arnaldo V. Carvalho

Associação Brasileira de Shiatsu – ABRASHI

http://associacaobrasileiradeshiatsu.wordpress.com

 

ANEXO – COMO PARTICIPAR DA REUNIÃO

 

Passo 1: Entre no Facebook: www.facebook.com. Caso ainda não tenha, abra uma conta para participar.

Passo 2: Uma vez no facebook vá para a página do grupo:

http://www.facebook.com/groups/171519712899925/

Passo3: Peça adesão ao grupo. Um dos moderadores irá aprova-lo

Passo 4: No canto superior direito da página do grupo, há um pequeno botão com o símbolo de uma engrenagem. Clique nele e aparecerá a opção “chat with group” ou “conversar com o grupo”. Clique na opção e a pequena janela do chat se abrirá. É só acompanhar e se expressar junto aos participantes.

Notícias

Últimas notícias do blog Shiatsu Emocional: Resumo da semana

Novidades no Blog Shiatsu Emocional

Link para Shiatsu Emocional

Entrevista EXCLUSIVA: Marcos Osaki – Shiatsu Psicossomático

Posted:

O Professor Marcos Osaki é mais um profissional de Shiatsu que percebeu a importância das emoções e da reflexão durante o processo terapeutico. Como nos conta em sua entrevista, sua técnica vai muito além dos estudos ordinários. As diferenças para com os métodos comuns é compartilhada por ele pessoa a pessoa, com todo o prazer de passar […]

Prof. Ernesto Garcia fala sobre Auriculoterapia

Posted:

Considerado um dos grandes profissionais da MTC em atuação no Brasil, o cubano Ernesto Garcia fala um pouco sobre auriculoterapia. Por que a Auriculoterapia é mais popular no Ocidente que na China? Garcia – Por causa da forte influência da França. Eles prepararam o terreno e a Auriculoterapia chinesa foi atrás. O desenvolvimento da Auriculoterapia chinesa em função dos micro-sistemas é muito jovem (séc. XIX-XX). […]

Associação Brasileira de Shiatsu em processo de formação

Posted:

Pessoas de todo o Brasil vêm se mostrando interessadas na Associação Brasileira de Shiatsu. Separamos as perguntas mais frequentes sobre o tema.  Comitê de formação da Associação Brasileira de Shiatsu Que escola vocês representam? Não representamos uma escola, estamos tentando unir os praticantes de todas as escolas e estilos. É uma iniciativa particular? É uma iniciativa coletiva. A idéia partiu da percepção de que o Shiatsu incrivelmente ainda é pouco conhecido no Brasil, e seus benefícios talvez sejam subutilizados. É preciso promover o Shiatsu, e isso será benéfico para todos os praticantes. Essa Associação não terá cargos permanentes, fins lucrativos ou […]

Arnaldo V. Carvalho responde a perguntas particulares sobre a Associação Brasileira de ShiatsuPosted:

Um praticante de Shiatsu experiente e muito interessado me fez perguntas diretas sobre a associação. Aqui foram as respostas que dei a ele. Não divulgo o nome porque não pedi autorização, apenas aproveito que as perguntas devem interessar a todos e divulgo as respostas.  […]

Watsu e fibromialgia

Posted:

Segundo Weinstein (2000), a fibromialgia é uma síndrome crônica não inflamatória caracterizada por dor vaga e difusa pela presença de pontos dolorosos (Tender Points), em regiões anatomicamente determinadas. […]

Visite o site Shiatsu Emocional em www.shiatsuemocional.com.br e o blog shiatsuemocional.wordpress.com. Assine o blog e aproveite!

Agenda: Cursos Eventos etc., Artigos e afins, Notícias, Perguntas e Respostas, sites blogs afins

Associação Brasileira de Shiatsu em processo de formação!

Pessoas de todo o Brasil vêm se mostrando interessadas na Associação Brasileira de Shiatsu. Separamos as perguntas mais frequentes sobre o tema.

 

Um abraço,
Arnaldo V. Carvalho
Comitê de formação da Associação Brasileira de Shiatsu

 

Que escola vocês representam?

Não representamos uma escola, estamos tentando unir os praticantes de todas as escolas e estilos.

É uma iniciativa particular?

É uma iniciativa coletiva. A idéia partiu da percepção de que o Shiatsu incrivelmente ainda é pouco conhecido no Brasil, e seus benefícios talvez sejam subutilizados. É preciso promover o Shiatsu, e isso será benéfico para todos os praticantes. Essa Associação não terá cargos permanentes, fins lucrativos ou remunerações particulares a diretores.

Que benefícios devem ser esperados a partir do momento em que se participe da Associação Brasileira de Shiatsu?

Os participantes devem acreditar em primeiro lugar que a promoção do Shiatsu torna-se mais efetiva quando todo mundo está junto.

Independente da escola, do estilo ou do grau de aperfeiçoamento do praticante de Shiatsu a participar da Associação, este deve ser um entusiasta da técnica, e participar por querer promover a mesma no Brasil.

A organização competirá tal promoção, e beneficiará seus filiados de forma indireta (aumentando o campo de trabalho pela promoção do Shiatsu) e direta, através de descontos junto a parceiros da ONG, de organizar eventos que promovam intercâmbio entre participantes, de trazer professores que desenvolvem trabalhos modernos de outros países, buscar fazer o Shiatsu passar a ser utilizado em amplo espectro na sociedade: hospitais, comunidades carentes, ambiente familiar e escolar, entre outros.

Qual será a relação entre a Associação Brasileira de Shiatsu e os atuais Sindicatos de classe?

Os sindicatos são essenciais, e a existência de uma associação não dispensa nem duplica a função de um sindicato. Os sindicatos brigam para que surjam e façam valer os direitos dos profissionais que representam. Eles vão ao governo, protegem  seus profissionais juridicamente, e buscam ampliar na medida do possível o campo de atuação das técnicas ligadas ao sindicato. Já a Associação promove participação e intercâmbio entre os praticantes de Shiatsu; Divulga o Shiatsu no Brasil e no mundo, e liga o Brasil a uma rede maior, a qual países diversos já participam; Esse seu foco maior. A filiação nos sindicatos segue importantíssima e indispensável e a Associação promoverá isso. Sindicatos protegem, a Associação promove. Vale dizer ainda que a Associação Brasileira de Shiatsu será a primeira organização dedicada exclusivamente ao Shiatsu.

Quanto custa para participar?

Como estamos em formação, não há um valor definido ainda, isso ficará por conta da diretoria e da assembléia. Os participantes da fundação deverão ratear os custos de registro da ONG.

Como participar?

Mande e-mail para nós associacaodeshiatsu@yahoo.com ou deixe seu e-mail para passarmos mais informações.

Ou ainda entre no grupo Associação Brasileira de Shiatsu no Facebook, pois lá você tem o estatuto da Associação as atas de reunião e tudo o que está acontecendo em nosso movimento.