Importância da terapia

Importância da existência de um Shiatsu Emocional

No mundo da comunicação verbal, surge o Shiatsu como um meio concreto de interpelação das emoções através do corpo. A mente verbalizada que construímos quando iniciamos o domínio dessa linguagem é criada para adaptar o homem a um sistema de convivência. Assim, o verbo surge para permitir a sobrevivência, ou em última análise, defender o ser humano do isolamento e da morte. Por ter essa característica, o pensamento verbal é sobretudo defensivo, e muitas vezes faz com que não se consiga atingir certos entendimentos íntimos sobre o porquê de termos certas emoções negativas, que nos atrasam a vida e nos impedem de seguir rumo a Felicidade.

É justamente aí que entra o Shiatsu, com sua linguagem não verbal, trazendo à tona conteúdos antes inconscientes, verbalizando o que antes parecia inverbalizável, desverbalizando o que se verbalizou somente para nos proteger dentro de couraças emocionais.

É esse o enfoque dado em Shiatsu Emocional. Um método de Shiatsu simples, parecido com muitos outros. Mas preocupado, até o último instante, com o sagrado que existe em nós e que é possível resgatar através do profundo entendimento dessa prática milenar.

O Shiatsu Emocional pode servir como uma extensão ao conhecimento dos profissionais que já trabalham com Shiatsu. Talvez seja melhor assim, pois a base dele é a mesma do Shiatsu tradicional de visão humanista. É possível separar as escolas de Shiatsu existentes no mundo em dois grandes grupos. O grupo tecnicista, que é mais comum no Brasil, em geral é influenciado pela “acupuntura moderna”. É quase uma acupuntura com o dedo. O praticante aprende os padrões de desarmonia, trabalha baseado nas síndromes, nos diagnósticos de pulso e língua, e não dá tanta ênfase a leitura corporal ou do tratamento da via emocional. Mundo a fora, temos a influência do Shiatsu Sistema Namikoshi, o mais respeitado do Japão, e que descarta literalmente todas as teorias da tradicional Medicina Chinesa e trata de pontos sobre nervos, músculos, etc. O outro grupo, mais humanista, é aquele pelo qual o Shiatsu Emocional recebe a maior influencia. É a linha de Mazunaga, criador do Zen Shiatsu. E de diversos outros estilos humanistas, como o OhaShiatsu, Tao Shiatsu, e outros estilos. Tudo veio daí.

O Shiatsu Emocional tem como parte de suas características próprias o fato de incorporar princípios reichianos (que deram origem à grande maioria das psicoterapias de abordagem corporal e mesmo a diversas teorias utilizadas pela psicanálise), o uso de óleos essenciais (não se usa no Shiatsu tradicional) e possuir uma abordagem mais calorosa de ser.

* Arnaldo V. Carvalho, terapeuta corporal e naturopata que trabalha especialmente com as linhas orientais, reichianas e óleos essenciais. Ministra cursos em diversos países e por todo o Brasil, especialmente sobre terapias com óleos essenciais e o Shiatsu Emocional, técnica desenvolvida a partir do estudo comparado das linhas humanistas de Shiatsu (ohaShiatsu, zen Shiatsu, entre outros) e a obra de Wilhelm Reich.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Escola de Shiatsu SHIEM é o blog sobre Shiatsu Emocional , técnica pioneira que associa Shiatsu e Psicoterapia

%d bloggers like this: