artigos e afins

Escher, ilusão e realidade, yin-yang e Shiatsu Emocional

https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/9f/a1/a4/9fa1a40f988b3d03f2328e7e7c5a9b4e.gif

Escher: ilusão, realidade e Shiatsu Emocional

“Para ler como quem sonha”

Por Adriana Benazzi*

Há alguns anos, fui com minha família à uma exposição que me encantou demais.

Enquanto eu transitava pelas salas, meus olhos iam cada vez se aprofundando mais numa viagem além do tempo e do espaço, um verdadeiro encantamento. O efeito hipnótico era como imagino ser o de um encantador de serpentes.

Meu estado de transe foi tamanho, que tive que ser praticamente arrastada pra fora, pois não conseguia parar de olhar e ao mesmo tempo copiar os textos da curadoria, numa tentativa de levar para mim um pouco desta descoberta. https://i0.wp.com/mathstat.slu.edu/escher/upload/thumb/e/e4/St-peters.jpg/300px-St-peters.jpg

Semanas depois, entendi o que ali me atraía, numa aula de Shiatsu Emocional**. O entendimento do movimento da vida na forma da dualidade relativa do Yin e Yang, da realidade que se expressa no binômio tempo e espaço… tanto a se revelar… meu corpo é um portal. (Adriana)

SELEÇÃO DE TEXTOS DA CURADORIA DA EXPOSIÇÃO DE Mauritis Cornelius ESCHER – 2011

“Chamar atenção para algo que é impossível. É preciso ter certo grau de mistério, mas que seja imediatamente aparente. Eternidade, infinito, natureza, perspectiva, reflexos e ladrilhamento. Espaço é um conceito flexível. Natureza morta com reflexos e panoramas, casas impossíveis. Olhar duas vezes para perceber que o que se vê, não pode ser real. Juntar céu e terra. Às vezes parece-me que ficamos aflitos e possuídos por um desejo pelo impossível. Buscamos o não natural ou o sobrenatural, aquilo que não existe, o milagre.

Pode acontecer que de forma contínua nos tornemos PERCEPTIVOS OU INEXPLICÁVEIS . É o MILAGRE da mesma espacialidade tridimensional na qual andamos ao longo do dia, como em uma esteira.

Este conceito de espacalidade se revela por vezes em raros momentos de lucidez, como algo que tira o fôlego.

NÃO CONHECEMOS O ESPAÇO.

“M.C.Escher (1898-1972) era um gênio da imaginação lúdica e um artesão habilidoso nas artes gráficas, mas a chave para muitos dos seus efeitos surpreendentes é a matemática. Não a matemática dos números e das fórmulas, mas a geometria em todos os seus aspectos. Escher podia imaginar os efeitos fantásticos, mas a geometria era uma ferramenta necessária para capturar esses efeitos.Também tratava da relatividade de forma agradável, obrigando-nos a perguntar:“O que eu percebo é realmente o que parece ser?”. 

* Textos de Pieter Tjabbes, curador  da exposição “O Mundo Mágico de Escher” promovida pelo Centro Cultural Banco do Brasil entre outubro de 2010 e julho de 2011, em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. 

 

* Adriana Benazzi é professora da Escola Shiem. Médica ginecologista, especializada em homeopatia e medicina ayurvédica, completamente apaixonada pela vida, pela humanidade, e por extensão pelo Shiatsu.

** O Curso “Shiatsu Emocional” cresceu, virou livro, virou formação, e deu origem à nossa Escola SHIEM de Shiatsu.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s